A GNR deteve em flagrante delito, no passado dia 11, um indivíduo de 34 anos suspeito da prática do crime de tráfico e cultivo de estupefacientes. Por determinação dos serviços do Ministério Público da Comarca de Évora o arguido permaneceu detido a aguardar a presença a 1º Interrogatório Judicial no Tribunal Judicial de Montemor-o-Novo. O processo encontra-se neste momento em fase de inquérito.

“Após uma série de diligências efetuadas, os militares formaram suspeitas que no local se procedia ao cultivo da planta de canábis. Foi então realizada uma busca domiciliária, com o consentimento do proprietário, onde se comprovou a existência de uma estufa e apreenderam 16 vasos com 12 plantas de canábis germinadas. Foram ainda apreendidos os seguintes artigos que auxiliavam o cultivo: 3 painéis de aquecimento, 1 desumidificador, 1 humidificador, 1 conjunto de fertilizantes, 1 ventoinha de refrigeração, 2 exaustores, 1 sistema de rega, 1 termómetro digital e alguns utensílios para consumo individual”, pode ler-se na nota informativa da GNR.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Moedas de um e dois cêntimos com fim à vista? Comissão Europeia avalia

A Comissão Europeia lançou uma consulta pública para avaliar o impacto sobre a utilização …