Um homem foi interceptado pelo Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da Guarda Nacional Republicana de Elvas quando, no passado dia 30 de Junho, incorria em várias infracções, nomeadamente por suspeita de exercício de caça em zona de caça municipal sem consentimento, por meios não permitidos, em área de protecção (a menos de 100 metros de uma autoestrada) e pelo transporte de arma fora das condições de segurança.
Foi elaborado auto de notícia para o Tribunal Judicial de Elvas e procedeu-se à apreensão de uma arma de caça, diversos cartuchos e sistemas de iluminação e um relógio, tendo o indivíduo sido constituído arguido.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Estremoz: Exposição “Histórias do Campo e outros lugares” inaugurada no museu municipal

A exposição intitulada “Histórias do Campo e outros lugares” com trabalhos em escultura, d…