O presidente do Banco Popular Portugal, Rui Semedo, faleceu sexta-feira, dia 3 de Julho, vítima de doença prolongada. O corpo é velado este sábado na Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em Lisboa, e o funeral realiza-se amanhã domingo, dia 5, a partir das 14 horas.

Rui Manuel Morganho Semedo nasceu a 21 de Abril de 1958, em Elvas. Licenciado em Economia, começou a sua carreira no ministério da Administração Interna, em 1981, mas cedo passou para o Banco Pinto & Sotto Mayor, onde ficou até 1987.
Trabalhou no grupo BCP até 2003, tendo ocupado diversos cargos, de entre os quais se destacam: Director-Geral do International Private Banking, CEO do Banco Expresso Atlântico, Presidente da Companhia de Seguros de Macau, CEO do Banco Comercial de Macau.
Depois de uma passagem pelo Barclays Portugal e pelo Barclays Espanha, como CEO e Country Manager, assumiu o cargo que desempenhava actualmente. Rui Semedo tinha sido eleito a 31 de Março como presidente do Banco Popular Portugal para o período 2015-2018.
O elvense, que tinha um percurso profissional centrado na banca, era presença assídua em palestras de cariz económico realizados na cidade de Elvas, destacando-se, por exemplo, o seu contributo há cerca de um ano no seminário “Como potenciar as relações empresariais numa lógica de cooperação ibérica” e, um outro, na Escola Secundária D. Sancho II, em 2013, onde proferiu uma palestra sobre a importância das “soft skills” nas acções de recrutamento.
Aos 57 anos deixa a mulher e dois filhos.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Elvas: Seis meses de obra para melhorar condições do parque de estacionamento no fosso das muralhas

O parque de estacionamento do Fosso das Muralhas, com entrada pelo túnel na Avenida 14 de …