Trinta e sete pessoas morreram e 36 outras ficaram feridas no ataque de sexta-feira contra os clientes do hotel Riu Imperial Marhaba, perto da cidade tunisina de Sousse, segundo o jornal online AfricaTime, que cita o Ministério da Saúde da Tunísia. Uma cidadã portuguesa consta na lista de vítimas mortais.

“Temos 37 mortos e 36 feridos. Alguns feridos estão em estado crítico”, disse o porta-voz do ministério tunisino. As nacionalidades das vítimas não foram ainda confirmadas, mas a imprensa tunisina refere que na lista de constam turistas com passaporte da Irlanda, Grã-Bretanha, Bélgica, Alemanha e Noruega. Já hoje, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, confirmou à Lusa que entre as vítimas mortais deste atentado consta o nome de uma portuguesa.

O Expresso, na sua edição online, faz as contas de um dia sangrento com cinco acções terroristas e pelo menos 258 mortes: um em França, 25 no Kuwait, 37 na Tunísia, 50 na Somália e 145 na Síria.

Em França, um ataque numa fábrica que armazena gás e produtos tóxicos provocou um morto e dois feridos na região de Isère, perto de Lyon. As autoridades policiais francesas  depararam-se com o corpo de um homem decapitado e sinais de um ataque terrorista.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Estremoz: Exposição “Histórias do Campo e outros lugares” inaugurada no museu municipal

A exposição intitulada “Histórias do Campo e outros lugares” com trabalhos em escultura, d…