A greve dos enfermeiros registou no período da manhã uma adesão entre os 70% e os 80%, mantendo os níveis registados já no primeiro turno (80%). O sindicato diz que estes números traduzem a “enormíssima insatisfação” dos enfermeiros.

O Sindicato dos Enfermeiros argumenta que melhorar as condições de trabalho dos enfermeiros “reduz as infeções hospitalares, evita mortes, reduz taxas de feridas e quedas e diminui o número de reinternamentos”.
Os enfermeiros reclamam a valorização da carreira – na administração pública são os licenciados que menos ganham. O número de profissionais necessários, de acordo com as contas sindicais, é 25 mil.
A greve de dois dias iniciou-se às 00:00 de hoje.
No Hospital de Santa Luzia, em Elvas, e no que diz respeito ao período da noite, oito dos dez enfermeiros aderiram à paralisação.
Em relação ao turno da manhã, apenas 14 dos 44 profissionais não compareceram ao serviço.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Estremoz: Exposição “Histórias do Campo e outros lugares” inaugurada no museu municipal

A exposição intitulada “Histórias do Campo e outros lugares” com trabalhos em escultura, d…