Suponhamos que existe um terreno de 5mx8m =40 m2 disponível para cultivo de hortaliças variadas. Podemos organizar o cultivo das diversas espécies de plantas de uma forma ou de outra, seguindo este ou aquele critério, mas não podemos fugir à área disponível que, naturalmente, condiciona o número de plantas a colocar e a produção possível de obter.
Ou podemos?… Suponhamos que dividimos a área em talhões quadrados de 1m2. Suponhamos que sobre alguns destes talhões construímos canteiros elevados de 1m de altura de forma cúbica. Estes podem ser construídos de modo a utilizarmos os lados dos cubos/canteiros e naturalmente também a face no topo.
 
Podemos, por exemplo, construir de modo indicado na figura, obtendo assim 10 cubos/canteiros. Assim, a área utilizável passa a ser: 40 m2 já disponíveis, contando com as faces de topo, mais os lados dos cubos adicionais, num total de 4×10 =40 lados adicionais, o que nos dá 40 m2 adicionais de cultivo. Neste caso, duplicamos a área de cultivo disponível.
Se os canteiros elevados não forem cúbicos mas paralelipípedos, com base quadrada e altura 2m, com a mesma configuração base da figura, teremos disponíveis, além dos 40 m2 adicionais, 2x40m2 = 80 m2 num total de 120 m2.
Além da área adicional existem outras potenciais vantagens. Supondo que o solo tem 20 cm de fundo (fértil e friável pela raiz), nos canteiros teremos 1.2m de fundo disponível para as raízes das plantas se desenvolverem.
Naturalmente, outras questões se levantam, como a exposição solar, a manutenção da humidade, etc. Mas tendo em conta a intensidade solar da região do Alentejo, escolhendo criteriosamente a direção e a composição dos canteiros elevados, também neste aspeto teremos vantagens em ter ensombramento parcial em certas faces e noutras exposição direta ao sol a sul. Será apenas necessário desenhar a disposição das espécies com maior atenção.

 

Carlos Ramos
Departamento de Matemática, Universidade de Évora

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Estremoz: Exposição “Histórias do Campo e outros lugares” inaugurada no museu municipal

A exposição intitulada “Histórias do Campo e outros lugares” com trabalhos em escultura, d…