Disputou-se a penúltima jornada do Campeonato Distrital de Futsal da Associação de Futebol de Portalegre (AFP). Jogo grande no Pavilhão Municipal de Elvas entre as equipas da SIR e do Póvoa e Meadas, principais candidatas à vitória final. Foi mais feliz a formação da Póvoa, que venceu por 2-3 nos derradeiros segundos do final da partida.
Começou muito bem a SIR, que fez uma primeira parte de grande nível, muito organizada defensivamente e no ataque com grande mobilidade ia criando situações de golo. A meio da primeira parte surgiu o golo da SIR por intermédio de João Lombardo numa boa jogada ofensiva. Tento mais do que merecido tal a superioridade evidenciada nesta altura. Até ao intervalo a equipa da casa podia mesmo ter ampliado a vantagem, mas desperdiçou algumas das oportunidades de golo de que dispôs e falhou ainda um livre de 10 metros nos últimos segundos.
Na segunda parte a Póvoa entrou mais forte, a querer mandar no jogo, e teve bons lances de ataque, mas o guarda redes da SIR João Ferreira ia mantendo a sua baliza a zero com boas intervenções. Um pouco contra a corrente a SIR fez o 2-0 num remate de longe de Nuno Vinagre em que o guarda-redes da Póvoa é mal batido. Foi a seguir ao segundo golo que a SIR podia ter resolvido o jogo a seu favor, pois, em contra-ataque, teve duas ou três situações para fazer o 3-0. Nos últimos cinco minutos de jogo a Póvoa arriscou tudo, jogou com guarda-redes avançado e viria a conseguir virar o resultado neste período onde a SIR sentiu algumas dificuldades, pois a Póvoa pressionava no campo todo. O 2-1 surgiu a quatro minutos do fim num lance com alguma sorte e passados dois minutos iria empatar num bom lance ofensivo. Faltava pouco mais de um minuto e a SIR ainda iria ter uma grande ocasião em que Sérgio Castanho remata já dentro da área e o guarda-redes faz uma excelente defesa. A quarenta e cinco segundos do final, e quando dava a sensação que a Póvoa já ficava satisfeita com o empate, surgiu o 2-3 num lance infeliz de um jogador da SIR, que deixou o seu adversário na cara de João Ferreira, que não conseguiu evitar o golo.
Pode dizer-se que foi o jogo do título, em que a SIR perdeu de forma injusta, pois a Póvoa acabou por ter a sorte do seu lado.
Arbitragem com alguns erros que prejudicaram a SIR, nomeadamente no aspecto disciplinar.
Cinco inicial da SIR: João Ferreira, Nuno Vinagre, Alexandre Ribeiro, Sérgio Castanho e Djordy. Jogaram ainda: José Nabeiro, João Lombardo, Miguelito e Filipe Santos.

Carlos Folgado

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Desporto

Veja também

Estremoz: Exposição “Histórias do Campo e outros lugares” inaugurada no museu municipal

A exposição intitulada “Histórias do Campo e outros lugares” com trabalhos em escultura, d…