O mais antigo cineasta do mundo no activo, o português Manoel de Oliveira, morreu em casa esta quinta-feira, dia 2 de Abril, aos 106 anos de idade.

Com um currículo de mais de 40 filmes, Manoel de Oliveira era ele próprio um testemunho da História do último século: quando nasceu no Porto, em 1908, D. Manuel II era rei de Portugal. Quando se estreou no cinema, em “Douro – Fauna Fluvial” (1931), os filmes eram mudos e a preto e branco.
Manoel Cândido Pinto de Oliveira nasceu no dia 11 de Dezembro em 1908, no seio de uma família da burguesia industrial do Porto, 13 anos após o nascimento do cinema.

Foto: Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Uncategorized

Veja também

Liga dos bombeiros lamenta que INEM anuncie meios que já existem nas corporações

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) lamentou hoje que o INEM tenha anunciado o reforço …