A sala da Biblioteca Municipal de Elvas recebeu ontem, terça-feira dia 24, a apresentação do livro “Galveias”, de José Luís Peixoto, que teve lugar no âmbito da iniciativa “Março, Mês da Leitura”.

Foram muitos os que não quiseram perder esta oportunidade de ouvir o escritor alentejano, natural de Galveias, e que nesta passagem por Elvas salientou que embora o título do livro seja “para muitas pessoas uma palavra desconhecida”, é uma “palavra invisível” nas restantes obras.
Nos romances anteriores “quando descrevia paisagens, ruas ou até pessoas, descrevia paisagens, ruas e pessoas de Galveias”, assim “escrever sobre este espaço não é completamente novo para mim”, acrescentando que “é um romance ficcional, embora se trate da vida de uma aldeia, que partilha este nome, todas as personagens são inventadas, embora tenham uma ligação directa com a vivência dos usos da região”. 
Este é o quinto romance de José Luís Peixoto, que já publicou “Morreste-me”, “Dentro do Segredo: uma viagem na Correia do Norte”, “Uma Casa na Escuridão” e “Abraço”.
O escritor nasceu a 4 de Setembro de 1974 em Galveias, Ponte de Sor. É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas (Inglês e Alemão) pela Universidade Nova de Lisboa. A sua obra ficcional e poética figura em dezenas de antologias traduzidas num vasto número de idiomas e estudada em diversas universidades nacionais e estrangeiras. Em 2001, recebeu o Prémio Literário José Saramago com o romance Nenhum Olhar, que foi incluído na lista do Financial Times dos melhores livros publicados em Inglaterra no ano de 2007, tendo também sido incluído no programa Discover Great New Writers das livrarias norte-americanas Barnes & Noble.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Uncategorized

Veja também

Lisboa: DRCAlentejo inaugura exposição “Covid@Alentejo, olhares”

“Covid@Alentejo, olhares” é um projeto que resulta do convite dirigido pela DRCAlentejo ao…