A Polícia Judiciária, através da Directoria de Lisboa e Vale do Tejo, em acção conjunta com a Polícia Nacional de Espanha, esclareceu a autoria de um crime de roubo à mão armada, ocorrido em 8 de Março do ano passado, no concelho de Évora. 

Nessa data, três homens, munidos com uma arma de fogo, uma arma branca e um “taser”, introduziram-se numa habitação situada no interior de uma quinta, amarraram e agrediram os residentes, vindo a apoderar-se de bens que estes ali possuíam, nomeadamente artigos em metais preciosos e obras de arte, num valor superior a novecentos mil euros. 
A investigação apurou que os autores eram de nacionalidade espanhola, tendo um deles vindo a ser localizado e detido na zona de Badajoz, em Espanha, possibilitando a recuperação de muitos dos objectos roubados, no valor aproximado de seiscentos mil euros.
A detenção foi efectuada por unidades da Polícia Nacional de Espanha, com quem a Polícia Judiciária se articulou desde o início da investigação, sendo de destacar o elevado nível de cooperação atingido pelas duas polícias. 
O detido foi extraditado para Portugal, tendo ficado sujeito a prisão preventiva, após o devido interrogatório judicial. 
As diligências prosseguem, no sentido de identificar os restantes autores e localizar as peças roubadas ainda em falta.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Temperaturas sobem a partir de quarta-feira e podem atingir 40 graus em algumas regiões

As temperaturas vão subir a partir de quarta-feira em Portugal continental, podendo atingi…