O presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, acompanhado pela concejala do Ayuntamiento de Badajoz, Maria José Solana, estiveram nas obras em curso do Forte da Graça, na tarde de quinta-feira 19 de Março.

No local, Nuno Mocinha explicou a obra de requalificação deste monumento nacional à autarca espanhola, sendo que os trabalhos em curso permitem a recuperação de todo o Forte da Graça, tornando possível que, após a conclusão dos trabalhos, os visitantes fiquem a conhecer os vários espaços lúdicos e didácticos que ali vão ser instalados.
Foi a primeira vez que Maria José Solana esteve na mais importante das fortificações que foram classificadas de Património Mundial, mostrando-se “muito impressionada com a dimensão” da área edificada, o seu “estado de autenticidade e conservação” e o “trabalho muito importante de reabilitação do espaço” que ali decorre.
Recorde-se que, actualmente, decorrem os trabalhos de recuperação e restauro dos elementos que integram os espaços interiores do monumento, bem como dos edifícios exteriores com materiais adequados à obra.
O Forte da Graça é uma das mais importantes construções militares do século XVIII em todo o mundo e ocupa uma área de 40 mil metros quadrados. Conjuntamente com a Cidade-Quartel de Elvas, o Forte de Santa Luzia e os Fortins de São Domingos, São Pedro e São Mamede, foi classificado Património Mundial em 30 de Junho de 2012.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Estremoz: “Mercado do Lago” no sábado

A 11.ª edição da iniciativa “Mercado do Lago”, em Estremoz, dedicada ao artesanato urbano,…